Otakus-Fórum

Para todos os Otakus de plantão!
 
InícioCalendárioGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Minha primeira fanfic!!!

Ir em baixo 
AutorMensagem
Mayara
Admin
avatar

Mensagens : 984
Pontos : 7730
Reputação : 0
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 29
Localização : Brasileira em Portugal

MensagemAssunto: Minha primeira fanfic!!!   Qui Fev 04, 2010 3:22 pm

E a disaparecida volta!!!
Bem gente escrevi minha primeira fanfic, na real foi só um cap, a qa publiquei num fórum q eu tenhu e o pexoal gostou, mas quero saber de vcs!!!

É uma continuacão do cap 55 de Vampire Knight, e tbm é um pouco hentai, por isso quem n gota disso recomendo não ler..... se bem q ainda n chegou nessa parte!!

hahahaah

Espero que gostem!!!

Yuki virava as costas para Zero e Kaien, se pondo a caminho da porta seguindo as ordens do irmão, porém após dois passos sentiu algo estranho, algo que a fez cair de joelhos, era uma secura na boca, uma fome enorme como se jamais tivesse se alimentado antes, mesmo relutante sabia a causa daquilo.
Kanem Kuran olhava o corpo do caçador jazido sob a mesa quando viu sua amada cair ao seu lado.
-Yuki o qu……-Foi interrompido ao ver a cena de Yuki morder os lábios com os caninos soltando pequenas gotas do próprio sangue, antes que Kuran pudesse pega-la e a levar dali Yuki voltou a surpreender o irmão e a todos que ali estavam, mordendo o próprio pulso num ato de desespero tentando aplacar a fome.
Zero viu a cena toda, desde sua antiga amiga cair até o ato de morder o pulso, primeiro se preocupou com ela, depois lembrou que Yuki havia se tornado naquilo que ele mais detestava, uma PURO SANGUE, porém após sentir o odor do sangue da adolescente, esqueceu de tudo o que estava em sua mente, agora era ele que estava com sede, sentiu uma necessidade enorme de possuir novamente aquele sangue, lembrou do gosto maravilhoso que ele tinha, um gosto doce e metálico que o saciava e preenchia completamente, já Kaien olhava para a cena com pena da filha, com uma enorme vontade de ajudar porém, infelizmente isso já não era mais tarefa dele e sim de Kaname.
-Yuki beba!- Falou de repente Kuran mostrando o pescoço num gesto até que sensual.
-Não oniichan , eu não quero, não aqui na frente de todos! - Enquanto falava isso a jovem tentava sem sucesso sair dos braços do irmão.
-Se não beber já, você pode ficar fora de controle a atacar pessoas inocentes, do que tem medo Yuki? – Enquanto falava Kaname sentia um aperto enorme no peito, então começou a abraçar Yuki fortemente – Não quero que nada de mal acontece a você irmã, todos já sabem a verdade do que tens tanto medo? – Kaname insistia, mas sabia o porquê, porém queria que ela falasse para ele, queria sempre que ela falasse a verdade para ele, não suportava que sua amada o mentisse ou omitisse qualquer fato, mesmo sabendo que a verdade doeria profundamente.
Yuki olhou para Zero, uma olhar de Adeus, sabia que após o próximo passo nada poderia voltar a ser como antes, não resistindo mais voltou se para o pescoço de Kaname, e num gesto rápido tocou com os caninos em sua pele.
-Desculpe oniichan – Sussurrou para o irmão, em seguida cravou seus caninos na pele macia mas fria de Kaname Kuran, como aquele gosto era maravilhoso, era tudo pra ela, deliciava-se com cada gota, apesar de nunca ter sugado nenhum outro sabia que aquele era o melhor de todos, o gosto do irmão, do senpai, do salvador, ele era tudo para ela, ou ao menos ela queria que assim fosse.
Apesar de que um vampiro só saciava a fome com o sangue da pessoa amada, o sangue de Kaname não saciava a dela, infelizmente seu coração ainda estava dividido, a metade humana amava Zero enquanto a metade vampira amava Kaname, ela sentia-se horrível com aquilo, tentava esconder o lado humana nas trevas de seu coração, mas ao mínimo contato com Zero seu outro lado saia daquele lugar devastando tudo e todos.
-Hahh – Zero alcançou a atenção de todos com aquele rugido – Nunca pensei em ver essa cena nojenta, dois Sangue Puros nesse gesto de… - Ficou sem palavras, já não aguentava mais ver a cena, o sangue de Yuki ainda percoria suas narinas e isso era maravilhoso, mas ao mesmo tempo, via sua amada mordendo o pescoço de outro, por breves instantes desejou loucamente estar no lugar de Kuran – Mas o que estou pensando? – Sussurrou para si mesmo e em um gesto de loucura socou a parede ao seu lado fazendo um buraco nela, em seguida se encaminhou para a porta, parou por breves instantes ao lado dos irmão mas saiu logo, fingindo indignação.
O Diretor Cross saiu logo atrás de Zero não deixando de passar a mão na cabeça de sua antiga filha, Yuki e Kaname agora estavam sozinhos na sala, a única companhia deles era o corpo do caçador logo a frente.
-Desculpe Kaname, eu não mereço estar aqui ao seu lado, não mereço ser sua escolhida, sei que te trago muita tristeza – Yuki foi interrompida pelo sorriso carinhozo de Kuran, que também a olhava com ternura.
-Não fale isso novamente Yuki, eu já lhe disse que saber que você escolheu passar sua etrernidade ao meu lado já me é suficiente, já me faz feliz como nunca estive, só você minha amada irmã pode trazer paz ao meu ser. – Ao terminar de falar Kaname foi se aproximando do rosto de Yuki tentando um beijo.
Yuki ouvia o que o irmão dizia mas mesmo assim sentia-se suja, e não merecedora do amor de Kuran.
-Mas.. – Yuki ao ouvir que o irmão havia se calado queria agora se desculpar mais uma vez, porém viu o gesto dele em direção a seu rosto, sabia perfeitamente o que ele pretendia, já o fizeram tantas vezes mas mesmo assim Yuki ainda tinha vergonha, ainda sentia como se o coração lhe fosse sair pela boca, suas bochechas ruborizavam a cada centímetro que seus rostos ficavam mais perto. – Sim eu lhe escolhi, meu amado oniisama! – E se beijaram, porém os dois notaram que o beijo daquele momento era diferente, Yuki era de um certo modo atrevida, fez uma coisa que não sabia, que nunca antes havia feito, colocou sua língua dentro da boca de Kaname que apesar de surpreso retribuiu o gesto. - Haa, desculpe! – Yuki acordou do transe quando sentiu o odor do sangue de Kaname, primeiro pensou que podia ter acontecido algo de ruim com ele enquanto estavam ali, algum inimigo podia ter se aproveitado do momento, porém logo percebeu que ela havia feito isso, acabara de cravar suas unhas nas costas do irmão. – Realmente me desculpe Kaname, não sei porquê fiz isso, não queria te machucar, deixe me ver se é muito grave!
-Não é grave, e mesmo que fosse eu não me importaria, não lembra do que eu lhe disse a uns dias? Minha vida é sua, se um dia quiseres acabar com ela eu não me importarei!
-Não fale essas coisas Kaname!!- Yuki sangrava por dentro sempre que ouvia o irmão a dizer coisas assim tão tristes, porém também não deixava de sentir-se especial com as palavras de Kaname, a fazia se sentir maravilhosa. – Kaname estou um pouco cansada podemos ir embora ? -A menina só queria deitar e dormir, talvez assim se esquecesse desse desastroso dia.
-Claro, chamarei os outros e partiremos logo, após isso – Kaname falou olhando para o corpo - A festa acabou mesmo!
E assim foram todos para a mansão, Kaname e Yuki ficavam no segundo andar enquanto o restante tinham os quartos no primeiro, ao entar em seu quarto após se despedir do irmão Yuki se jogou na cama, tirou os sapatos e os atirou para um quanto do quarto, tirou a roupa e foi tomar um banho, enquanto estava na banheira começou a sentir uns arrepios estranhos, lhe vinha na mente Zero e Kaname juntos com ela.
-O que estou imaginando? – Ficou ruborizada com o que acabara de passar em sua cabeça, se enfiou totalmente dentro da banheira e logo em seguida saiu, foi nua para o quarto quando ao olhar para a cama viu seu oniisama sentado a olhar para a janela, mas antes que ela pudesse correr dali devolta ao banheiro.
-A noite esta linda não? - Kaname olhou em sua direção, não esperava ver aquilo, nunca imaginou que Yuki sairia do banheiro nua, logo abaixou a cabeça – Me desculpe, eu não…. Falamos amanhã, boa noite Yuki - Kaname saira do quarto.
Yuki caira de joelhos no chão, se houvesse um buraco ali enfiava-se nele, porém apesar da vergonha estava feliz e também excitada.
-Como olharei para ele amanhã? – A menina então colocou uma calcinha e uma camisola vermelha e preta, seu gosto mudara muito desde que despertou, após deitar na cama riu. – Essa noite ira ser muito longa!

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://otakusforumay.forumeiros.com
Mayara
Admin
avatar

Mensagens : 984
Pontos : 7730
Reputação : 0
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 29
Localização : Brasileira em Portugal

MensagemAssunto: Re: Minha primeira fanfic!!!   Seg Mar 29, 2010 12:51 pm

Cap 2



Yuki tinha ido deitar após colocar um vestido para dormir, era lindo e sensual, algo que ela não escolhera e sim imaginava alguma das empregadas da mansão, era vermelho e preto se encaixava perfeitamente no busto da menina, abaixo do busto ficava transparente e ia ate o inicio da coxa destas, após colocar este foi até a janela e olhou para o jardim, tinha pequenas lembranças dele, lembranças dela e de sua okasan porém as lembranças foram interrompidas pelo barulho de uma porta a se fechar, a menina sabia que era seu irmão a ir para seu quarto.

Enquanto isso no Colégio Cross o diretor conversava com Zero.

-De quantos comprimidos precisa Zero?

-De nenhum, ainda tenho o suficiente por uns tempos, mais importante que isso ja descobriu o responsável pela morte do Hunter?

-Ainda não, quem fez aquilo foi muito cauteloso e não deixou pista alguma, o que realmente me preocupa é a Yuki, muitos daqueles vampiros que estão ao redor dela a matariam se pudessem - Diretor Cross estava realmente muito preocupado com a segurança de sua querida filha. - E ainda mais ela naquele estado...

-Ela é uma maldita Puro Sangue deve saber se proteger e também tem o Kuran ao Lado dela, a Yuki não é mais responsabilidade nossa não precisa se preocupar e também até que seria bom se algo lhe acontecesse ser8ia menos um maldito no mundo -Falando isso Zero saia da saloa e batia a porta como de costume.

-Zero meu menino não fale coisas que irão ferir a si próprio -Cross falava isso com um semblante preocupado enquanto olhava pela janela.



Na mansão Kuran:

*Yuki minha querida preciso lhe falar uma coisa, temo que seja cedo mas, creio que não poderei estar ao seu lado na altura.. SPLASH*

A mulher que falava com a menina pareceu subitamente explodir, a criança olha para as mãos cheias de sangue.

-Kyaaaaaaaaaaaa!- Yuki acordara do pesadelo muito assustada. - Okasan..- Nesse momento Kuran entra no quarto.

-Yuki o que aconteceu? - Olha para todos os lados não sentia ninguem ali além dos dois mas queria conferir. - O que aconteceu?

-Senpai!!! - A menina corre para os braços do irmão - Foi horrível a okasan.. Sei que não passou de um pesadelo mas parecia tão real, parecia que ela queria falar alguma coisa, mas.. mas aquilo aconteceu e - Yuki sentiu se interromper pelo abraço frio mas confortável de Kaname.

-Não precisa falar mais nada Yuki, fique tranquila eu estou aqui. - Ele queria cuidar dela mesmo sabendo que não era capaz de protege la de tudo, em meio aos seus pensamentos Kaname começa a sentir uma cheiro diferente, inebriante, e que o fez quase entrar em transe, foi então que percebeu que era sua irmã que emanava esse doce cheiro.

-Esta com fome nichan? - Yuki quebrou o silencio que ali tinha se instalado, ela olhava para os olhos do irmão que estavam num vermelho tão forte que quase iluminava o quarto.

-Não , além do mais você ainda esta cansada pelo dia de hoje que foi longo e difícil, Boa noite Yuki. - Kaname lutava contra seus instintos e ao tentar se afastar sentiu o braço ser segurado, era a menina que com os olhos pediam para ele ficar, perante a duvida do irmão a garota decidiu abraça lo.

-Eu não estou cansada nichan, você fez e continua fazendo tanto por mim que eu me sinto feliz ao saber que pelo menos isso eu posso fazer por você. - Com uma mão ela afasta os longos cabelos de um lado do seu pescoço oferecendo este a Kuran, perante a hesitação deste ela leva a outra mão carinh9osamente ao pescoço de Kaname o puxando para si.

Kaname ainda lutava contra si próprio quando sentiu o doce toque de Yuki e a cada centímetro em que se aproximava dela sentia sua excitação aumentar ficando visível em suas calças, derepente ele perde o controle sobre si proprio e avança sobre Yuki tão brusco e rapidamente que esta perde o equilíbrio e caem os dois para trás, a menina se sentiu aliviada quando sentiu a cama em suas costas, imaginava como doeria cair de costas no chão, ainda mais com Kuran em cima de si, apesar de magro ele era extremamente pesado.

-Seu cheiro é maravilhoso Yuki. – Kaname tentava inalar todo aquele cheiro de Yuki.

-HAAA. – A menina deixará escapar o pequeno gemido, ao ouvir isso Kuran perdera totalmente o controle e atacava o pescoço de Yuki, o aroma que o puro sangue emanava do cabelo fez a jovem ficar tonta de excitação , excitação que aumentou ao sentir o peito de seu nichan nem cima de si, nesse momento a garota tambem perdeu o controle após sentir o sexo duro de Kaname a pressionar o seu.

Os olhos de Yuki ganharam um vermelho ainda maior que os de Kaname, a menina não parecia a mesma, empurrou o jovem que estava em cima de si para o lado e num piscar de olhos subiu para cima dele, Kaname se surpreendera com o movimento da menina e voltara a si, quando estava prestes a terminar aquilo antes que fosse tarde a menina volta a surpreendê-lo, Yuki…

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://otakusforumay.forumeiros.com
Mayara
Admin
avatar

Mensagens : 984
Pontos : 7730
Reputação : 0
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 29
Localização : Brasileira em Portugal

MensagemAssunto: Re: Minha primeira fanfic!!!   Seg Mar 29, 2010 12:53 pm

Cap 3



Yuki mordera Kaname, nunca antes havia feito isso sem relutância, ela agora sugava com tamanha ferocidade que nem respirava, apos uns minutos Kuran já ficava mais pálido que o de costume, mas ele não se importava se sua amada lhe tirasse a vida, ela era a única a quem ele deixaria fazer aquilo sem duvidas nenhumas.

-Como é bom, sentir esse liquido quente em minha garganta, me aquecendo por dentro! – A menina tirara as presas do pescoço do irmão, havia erguido a cabeça e passava as mãos pelo próprio pescoço ainda aquecido pelo sangue de Kaname.

-Estavas faminta minha menina! – Falava o rapaz enquanto limpava um pouco de sangue q escorria no canto da boca dela.

Esse gesto dele fez ele voltar os olhos para ele, olhos ainda vermelho vivo, o movimento de Kaname fez com que o ser dentro dela voltasse, ela lhe mostrou as pressas com um olhar sensual enquanto com as mão ia passeando pelo peito dele ao mesmo tempo q cravava as unhas em sua pele deixando um rasto de sangue.

-Haaaaaaaaa!!!! – Kaname soltara um pequeno gemido, aquela dor lhe causava um prazer enorme, não podia deixar de admitir que era um pouco masoquista, gostava de sentir dor principalmente se esta fosse causada por sua doce Yuki.

-Nunca imaginei que o forte e inabalável Kaname que conheço a tantos anos deixasse transparecer suas emoções assim!!! – Yuki agora ria porém por pouco tempo, voltou se para o sangue que escorria pelas marcas de suas unhas, percoreu o caminho das linhas do liquido vermelho com a língua…

-Kaname o senhor esta bem? – Aidou derrepente perguntara do outro lado da porta. –Kaname, sentimos o cheiro de seu sangue la em baixo, e alguns estão ficando exaltados

-Meu Deus! – Yuki olhava horrorizada as marcas que ela deixara em Kaname, as marcas da presa em seu pescoço e os arranhões, via também que seu amado nichan estava quase sem forças, pálido e ofegante. – Fui eu que fiz isso?Me perdoe Senpai!! – Yuki em lágrimas saiu da posisão em que estava pegou um casaco que estava ao lado da cama e saiu correndo do quarto.

-Senhorita Yu….. – Aidou não teve tempo de terminar a frase pois a menina já tinha sumido de suas vistas, derrepente entendera o que havia feito, ou melhor o que havia interrompido e olhou cheio de medo para o rapaz que estava deitado na cama. – Kaname….. eu….. me desculpe por ter interrompido mas estávamos preocupados, eu nunca imaginei que…. – se calou ao ver que Kuran que agora se sentara na cama e o olhava com os olhos de raiva, via-se visivelmente a aura maligna que o puro sangue emanava.

-MALDITO IMPRESTAVEL, VAMPIROS COMO VOCÊ MERECEM A MORTEEEEE!!!- Aidou levantara do chão como se tivesse levado uma explosão bem debaixo do seus pés e atravessara a parede do outro lado, estava agora caído sobre os escombros da parede inconsciente.

Kuran caminhava rápido mas meio cambaleante, precisava ir ao seu quarto se trocar o mais rápido possível.

Nesse momento Yuki já havia saído da mansão, passara por todos que estavam na sala os deixando apreensivos, não sabiam se a deviam parar ou não, porém a menina foi tão rápida que quando eles pensarão em impedi-la de sair ela já não estava ali.

-O que faremos?Vamos atrás dela? – Ruka perguntava aos outros mas foi interrompida por um barrulho horrível vindo de cima.

Todos que ali estavam subiram rapidamente para o andar superior, chegando lá se depararão com um cheiro ainda maior de sangue e com a parede que estava do lado de fora da porta da princesa totalmente destruída, foi quando olharam melhor que viram o vampiro caído desmaiado e foram o ajudar.

No exterior corria uma aparente frágil menina, estava descalço e queimava seus pés na neve que havia no chão, vestia um casaco vermelho que ia até os tornozelos, ao passar por um estabulo parou e resolveu entrar.

-Eu nunca valorizei muito as aulas de equitação, mas agora vejo que vão ter utilidade. – a menina subia rapidamente para um dos cavalos, porém este estava apenas com um cobertor em cima das costas, cobertor que ficara ali no chão mesmo, ele montara apenas no pelo do animal, e até estranhara como havia conseguido, antes mesmo o animal com cela ele tinha sempre que pedir ajuda a Zero para conseguir subir, mas deixou logo os seus pensamentos e começou a cavalgar rapidamente para longe dali.

-Acho que teremos sérios problemas Shiki, isso ainda acabará sobrando para nós- uma garota falava enquanto comia palitinhos de chocolate, ao olhar para o rapaz com quem falava notou que ele estava estranho.- O que você tem?

-Eu não me alimento a alguns dias.

-Desde quando?

-Desde……

-Fale Shiki!!!!

-Desde eu te machuquei.

-Como conceguiu? É muito tempo! Tem tomado pelo menos os comprimido?

-Sabe bem que eu os odeio, haaaaa eu estou ficando fora de mim!!!

-Seu idiota! – Rima não falava isso com tom de repreensão mais sim com carinho, olhou para a porta e em seguida a fechou, também fechou as cortinas e num instante uma corrente de electricidade saída do corpo dela percorreu todo o cómodo e o isolou do resto da mansão. - Não se preocupe mais com o passado eu não sou assim tão frágil e também não preciso que ninguém fique preocupado comigo tanto tempo!

-Não adianta se fazer de forte Rima, eu quase te matei e você sabe que é verdade! - o menino que antes olhava para o chão a tentar se controlar levantava os olhos para confronta-la quando a viu se aproximando.

-Só vou fazer isso porque me sinto responsável, não pense que se ira repetir! - Rima mostrava o pescoço ao jovem que pareceu ficar hipnotizado e excitado ao ver a pele do jovem pescoço.

-Você esta doida? Nunca pensei que o que te fiz te tivesse estragado a cabeça! – ele agora se virara de costas para ela.

-Não seja covarde! – Rima puxara o braço dele até que ele se voltasse a ela e com a outra mão puxava sua cabeça para junto do pescoço oferecido. – Ninguém ficará sabendo, será mais um de nossos segredos!

Shiki não aguentara mais, a proximidade com a pele da menina fazia com que conseguisse ver o seu sangue a correr em suas veias e ele cravou suas presas, a menina continuava com seu rosto sem expressão, mas agora tremia por todo o corpo e o rapaz sentia.



Na escola Cross

Uma jovem abria a porta da casa do diretor e corria para dentro, a direção sabia bem, ao entrar num quarto se comoveu, estava tal como deixou, tantas lembranças, a garota caiu pelo chão ao lado da cama e chorava intensamente, as lembranças de seu passado como Kuran e depois como Cross e agora o que fizera com seu único parente vivo seu doce Kaname a incomodava tanto ao ponto de querer morrer.

-Vá em frente Zero, não vou tentar fugir nem te atacar. – Yuki entre seu choro conceguiu dizer estas palavras após ouvir o revolver e sentir o cheiro de Zero atrás de si.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://otakusforumay.forumeiros.com
Mayara
Admin
avatar

Mensagens : 984
Pontos : 7730
Reputação : 0
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 29
Localização : Brasileira em Portugal

MensagemAssunto: Re: Minha primeira fanfic!!!   Qua Abr 07, 2010 1:06 am

Zero estava atrás de
Yuki com a arma apontada diretamente para a cabeça da menina.
-O que você faz aqui? Não devia estar no seu castelo com seu
príncipe?
- Zero falava irónico e tentando se controlar,
sentira o cheiro do sangue de Kaname nela e sabia que se ele podia
sentir muitos outros vampiros ali perto também sentiriam. - Ainda
não é o momento para eu te matar, agora se lave logo antes que esse
cheiro imundo que tem em você traga problemas para a escola!

Yuki ainda não havia pensado nisso e rapidamente se levantou e foi
até o banheiro, porém Zero a seguiu.
-Eu não preciso de uma ama Zero! – a menina já a
muito queria despejar toda a sua raiva em cima do nível E, mas logo
desistiu da ideia e mergulhou a cara na agua que estava na pia do
banheiro, passou as mãos no rosto quando o levantou, agua que estava em
seu rosto desceu sobre seu pescoço e chegou ao seu colo antes que ela
pudesse achar a toalha.
-Tome! – o menino atirara uma pequena toalha para
ela, agora ele estava em sua posição favorita, encostado na parede de
olhos fechado e com o rosto virado para baixo.
-Obrigada Zero! – Yuki esboçara um sorriso mas antes
que esse fosse feito Zero já fechara os olhos, a garota olhou para ele
com tristeza no olhar, odiava que o destino0 tivesse feito aquilo com os
dois ou melhor com os três, ela passara a toalha sobre o rosto e agora
secava o que havia escorrido pelo pescoço,
Nesse momento o rapaz que ali estava levantou os olhos e olhou para a
menina, a muito tempo ele não tomava o sangue dela e agora estava
prestes a se descontrolar, já via o sangue que corria em suas veias e
relembrara o seu sabor mas em um segundo de controle ele deu um soco na
porta, a menina se assustara mas continuava se secando, já se acostumara
com os comportamentos do garoto, porém algo a fez se virar e olhar para
ele, o rapaz havia dado um soco tão forte que a madeira da porta
quebrara e como resultado cortou sua pele.
-Droga – Zero não queria usar tanta força mas acabou
fazendo besteira, segurou sua mão e quando olhou para Yuki a procura da
toalha para estancar o sangue se surpreendeu pois a garota estava com
os olhos vermelhos e arregalados olhando para o sangue que escorria.
Na mansão Kuran
-Ele vai ficar bem Kain? – Ruka e Kain se
encontravam no quarto de Aidou, este ainda estava inconsciente e Kain
estava sentado do lado da cama a olhar para o chão sem nada responder a
menina.
-Ainda não entendi o porque Kaname fez isso, o que estava
acontecendo para ele fazer isso?
– Ruka estava visivelmente
preocupada e confusa. – Vou procurar o Kaname e ver se ele esta
bem!

-Não fassa isso Ruka! – Kain se esncontrava já de
pé ao lado dela e segurando seu braço. – Não imaginas o que
estava se passando naquele quarto?É melhor você ficar quieta aqui ao meu
lado antes que também te aconteça alguma coisa!

O vampiro aproximara o rosto da boca de Ruka, mas esta se desviou
saiu do quarto, nada que lhe falassem iria fazer com que ela tirrace a
ideia da cabeça, ao sair do quarto viu Kanme descer as escadas e correu
atrás dele, o alcançou mesmo quando este ia abrir a porta e sair.
-KANAME! - a vampira parou do lado do puro sangue.
– O que aconteceu ali em cima?Você esta bem? Quan…

-Não é da sua conta Ruka, não se intrometa em coisas que não
te interessam!
- no momento que Kuran abre a porta da de cara
com um Vampiro de certa idade que parecia um puro também. –
Yamato!

-A quanto tempo Kaname! – O vampiro sorriu para Kuran.

Na academia Cross
-Olá Zero! – Yuki estava diferente, seus cabelos
ficaram brancos os olhos estavam num vermelho incrível e sua pele
branca como a neve, estava linda e deslumbrante, deixara cair o casaco
vermelho e agora só estava apenas com o vestido de dormir. –É um
prazer finalmente conhecer aquele que me deixa com tanta sede!

-Quem é você? Não é a Yuki!! – Zero puxara seu
revolver e assustado apontava para a menina em sua frente.
-Você esta certo errado ao mesmo tempo, sou a Yuki e também
não sou!!!

-Quem é você me responda antes que eu acabe com você!
-Eu sou a Yuki vampira, vampira a 100%, sou quem a Yuki
esconde e tem medo, aquela que deveria ser a que anda por ai e não a que
fica escondida no fundo do coração daquela idiota!

-Ou seja você é o monstro que nasceu quando Kuran mordeu a
minha Yuki!

-Não, você esta errado, eu sou a verdadeira, apenas fui
trancada quando minha mãe se sacrificou, sempre estive aqui, mas apenas
ouvia o que Yuki ouvia, não via nada, por isso estou contente por
finalmente te ver!
– a menina ia em direção a Zero e ao chegar
perto deste pegou sua mão machucada e lambeu.
-O que pensa que esta fazendo? – Zero a empurrou
para trás, e ia pegar seu revolver quando sentiu o cheiro do sangue de
Yuki, olhou para a menina e se espantou quando viu que ela havia feito
um pequeno corte em seu busto, Zero perdeu o controle quando sentiu o
cheiro doce e foi até ela, cravou suas presas mesmo onde havia o corte.
-Isso mesmo meu querido, sacie sua sede com meu sangue.
– após falar isso a menina morde Zero no pescoço, esse para de sugar o
sangue dela.
-Nã….-o rapaz tentava resistir e afastar a menina,
mas a sencação de ter seu sangue sugado era maravilhosa, nunca tinha se
sentido assim, sentia que aquela menina não era a Yuki que ele tanto
tinha carinho, ela era um monstro, porém um monstro que tinha total
controle sobre ele, não podendo resistir mais voltou a cravar suas
presas na menina mas dessa vez em seu pescoço.
Agora os dois trocavam os sangues, pareciam nunca terem se alimentado
antes se eles não tivessem fazendo essa troca provavelmente um dos dois
morreria tamanha a voracidade do outro, Zero levanta-se com Yuki no
colo e se dirige para seu quarto, o menino faz isso inconscientemente
quando da por si esta em sua cama por cima da menina e ainda se
alimentando, ele rapidamente se levanta quando recupera o controle sobre
si próprio, não acreditando no que acabara de fazer, acabara de sugar o
sangue daquela que jurou matar e a mesma também provara de seu sangue.
-Meu Deus o que eu fiz? - Zero olha para a menina
com desconfiança. - O que VOCÊ fez comigo?
-Eu não fiz nada meu querido, apenas te dei o que você tanto
desejava, e claro tomei o que eu queria, deixe de ser egoísta e
stressado sempre culpando os outros, sempre querendo parecer que só você
que esta certo e os outros todos errados, que só você tem motivos para
lutar, nós vampiros temos tanto direito de estar neste mundo como vocês
humanos, na verdade temos praticamente o mesmo tempo de existência, é
verdade que nós matamos, traímos e cometemos muitos outros “pecados” mas
vocês humanos tambem!
– a menina se sentaram na cama ficando
cara a cara com o jovem que estava um pouco surpreso. – Quantos
pecados nós vampiros cometemos? Quantos pecados os humanos cometeram?
Sim nós matamos humanos, porém só fazemos isso quando estamos fora de
controle ou por defesa, mas e os humanos? Matam vampiros mesmo que estes
nunca tenham cometido pecado algum, e matam seus próprios irmão por
razão alguma, sinceramente você acha que os humanos são melhores que nós
mesmos? Seja realista só pensas assim por que temos mais poder que os
humanos e por causa de sua pobre história de infância, não culpe a todos
nós por causa do que Shizuka te fez!

Zero estava de boca aberta, nunca ninguém tinha falado assim com ele,
nunca tinha ouvido tantas verdades, estava impressionado com a garota
em sua frente, amava Yuki por ela ser pura e inocente mas esta nova Yuki
era totalmente o contrario era sedutora, imprudente e tinha muita
coragem, ele se percebeu que sentia uma coisa diferente por esta menina,
não era o carinho que tinha pela outra era um desejo, uma obsessão
incontrolável, apesar de estar furioso pelo que ela o dissera não
conseguia resistir a proximidade da jovem.
-Não tens ideia daquilo pelo que passei, nunca mais fale
assim comigo se não…
- o rapaz não aguentara mais e desta vez
atacara a boca da jovem, mas dessa vez não foi para morder, foi para lhe
beijar, um beijo cheio de desejo e violência, pensava consigo próprio
que só conseguia fazer aquilo por ser uma Yuki diferente, nunca faria
isso com a outra, para ele apesar de uma puro sangue ela continuava
sendo pura e inocente, resumindo intocável por ele.
Na mansão Kuran
Kuran e o vampiro misterioso então na sala sentados em poltronas,
estão sozinhos.
-Me diga Yamato por que tanto tempo depois você voltou?
-Eu não o farei perder tempo meu senhor, vim cumprir uma
promessa que a muito fiz a sua mãe, quando o senhor a a senhorita Yuki
ainda eram pequenos.

-Confesso que desconhecia que Juuri tenha feito um pedido a
você, isso me surpreende, mas por que agora? Sinceramente acho que o que
tens a me dizer pode esperar algum tempo, preciso ir atrás de Yuki…

-Ou não, será que cheguei tarde demais?
-Como assim velho? Fale logo se é alguma coisa assim tão
importante!-
Kaname se levantou da cadeira e parou a frente de
Yamato, ele pensava que tinha tudo sobre o controle mas a revelação que o
velho vampiro fazia o deixava assustado e confuso, queria saber
rapidamente o que acontecia ali, o que acontecia com Yuki!
-A muitos anos atrás sua mãe veiu a minha mansão, estava
visivelmente preocupada e não sabia a quem mais recorer, me falou que a
vida dela e de Haruka não duraria muito mais, fiquei espantado, mas ela
não me deixou falar nada e me fez prometer que quando tudo voltasse ao
seu luigar eu te procuraria e contaria… Na hora não entendi como as
coisas voltariam ao normal, mas após o fim do concelho e de saber que a
menina Yuki sabia quem era eu percebi que era o momento

-Deixe de dar voltas e va direto ao ponto velho!
-Como desejar Kaname sama, Juuri me disse que iria
sacrificar a própria vida para proteger a menina, porém nunca ninguém
havia feito algo parecido, mas a senhora sabia os danos que ocorreriam, a
senhora me disse que quando adormecesse o lado vampira de Yuki iria
criar uma nova personalidade, uma personalidade humana, e que após toda a
verdade ser descoberta as duas personalidades, as duas Yukis iriam
estar juntas, aparentemente as duas vão conviver no mesmo corpo, irão
dividi-lo até que as duas estejam prontas para se fundirem, ai só
passara a existir uma. –
Kaname não podia acreditar caira
sentado no sofá atrás de si, então derrepente se levanta e sai
caminhando pela porta e desaparece na escuridão da rua.

Na academia Cross
Yuki e Zero continuavam o beijo ardente, porém a jovem
interrompeu subitamente o contacto.
-Só para que você tenha a certeza Zero, eu não sou nada parecida com a
outra Yuki! – a menina jogou o jovem para trás e em um único movimento
arrancou as calças do menino o deixando sem nada, apenas com o membro
eréto a vista.
-O que você esta fazendo….. – Zero tentava sair daquela situação
porém foi calado pelo gesto de Yuki, a menina cravou os dentes em seu
sexo e começou a sugar o sangue, Zero não aguentara e gozara no mesmo
momento…
No mesmo momento na floresta próxima a academia Cross um vampiro que
caminhava agora cheirava o ar como um animal e após sentir algo que o
deixou extremamente nervoso começou a correr desesperado em direção ao
cheiro.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://otakusforumay.forumeiros.com
Maomy

avatar

Mensagens : 972
Pontos : 7706
Reputação : 0
Data de inscrição : 01/10/2009
Idade : 27
Localização : Portugal

MensagemAssunto: Re: Minha primeira fanfic!!!   Qua Abr 14, 2010 4:53 pm

(54) fanfic da mamae (54)

(--) eu prometo k leio e depois comento, mas agora nao da mesmo (_..) (_..)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mayara
Admin
avatar

Mensagens : 984
Pontos : 7730
Reputação : 0
Data de inscrição : 28/09/2009
Idade : 29
Localização : Brasileira em Portugal

MensagemAssunto: Re: Minha primeira fanfic!!!   Sex Abr 23, 2010 1:02 pm

Filhota fofa!!!
A unica que veiu ler (O_O)

*abraxa*

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://otakusforumay.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Minha primeira fanfic!!!   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Minha primeira fanfic!!!
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» FANFIC - Still You
» FANFIC - Fruto do Mal
» Vendo parte da minha coleção
» Mais alguns kits da minha coleção.
» A minha chegada...

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Otakus-Fórum :: FanFics-
Ir para: